Uma Lua de Mel perfeita em Bora Bora


Uma coisa que para nós sempre foi tão importante quanto o vestido e a festa foi a Lua de Mel, tinha que ser inesquecível!!

E desde a primeira vez que vimos uma foto, tivemos certeza, seria em Bora Bora!! Até a data do casamento foi pensando nisso, hehe!!

 

              

 

Então, se estiver pensando em ir conhecer o Paraíso, prepare seu roteiro para a Polinésia Francesa e vamos tentar ajudar com algumas dicas!

 

                

 

 

Para chegar em Bora Bora tem que antes chegar na ilha do Tahiti, no aeroporto de Papeete e de lá se locomover para as outras ilhas da Polinésia Francesa.

A maneira mais rápida é ir para Santiago, no Chile. De lá parte um voo da Lan toda segunda-feira para ir até Papeete e toda terça-feira volta de Papeete. Então se for por essa opção ou você fica lá uma semana, ou duas semanas e por ai vai, não tem um meio termo.

Pelo site da Tam é possível comprar o trecho completo Guarulhos – Papeete, ida e volta, e foi o que fizemos.

 

O voo pára na Ilha de Páscoa por uma hora e todos têm que descer e passar pela polícia recebendo uma placa de “trânsito” para poder voltar ao avião. O aeroporto é bem pequeno e tem um Moai para tirar fotos. Quem quiser comer tem uma lanchonete de uma brasileira com lanches deliciosos e também três lojinhas para comprar lembranças locais.

 

                                            

 

Ao todo foram 16 horas de voo até chegar no Tahiti, e logo na recepção recebemos colares de flores para entrar no clima.

 

 

 

Quem preferir acrescentar algum outro destino pode ir até Los Angeles, nos Estados Unidos, ou até Auckland, na Nova Zelândia e desses dois destinos pegar um voo pela Tahiti Nui para o Tahiti.

 

Do Tahiti fomos de ferry para Moorea pela Aremiti, e de Moorea fomos de avião para Bora Bora pela Air Tahiti, depois voltamos de avião para o Tahiti pela mesma companhia.

DICA: ao embarcar para Bora Bora sente do lado esquerdo do avião para conseguir ter essa vista linda!!

 

                                

 

                         

 

 

 

 

Muitas pessoas nos perguntaram quando é melhor ir para Bora Bora. A melhor época para a Polinésia Francesa é entre maio a outubro, que é o período que teoricamente menos chove. Fomos dia 18 de maio e só pegamos um dia de chuva em Moorea, no resto dos dias tivemos um Sol brilhando muitooo!

 

 

 

 

Como o objetivo principal era Bora Bora optamos por ficar mais dias lá, então separamos o roteiro assim: 3 dias em Moorea, 4 dias em Bora Bora e 1 dia no Tahiti (Papeete). Achamos que foi perfeito!!

 

 

 

 

Moeda: A moeda oficial deles é o Franco Polinésio (XPF), mas eles aceitam também dólares e euros. Levamos tudo em dólar e não tivemos nenhum problema.

 

Idioma: O idioma oficial é o Francês. Mas eles também falam a língua deles e inglês. Nos comunicamos muito bem com todos em inglês mesmo. Uma palavra da língua deles que usamos muito foi Maruru: obrigado.

 

Visto: Não é necessário visto para brasileiro que for ficar até 60 dias. Mas o passaporte tem que ter no mínimo 6 meses de validade.

 

Vacinas: Não é exigida nenhuma vacina em especial.

 

 

 

 

Esse post é específico de Bora Bora, para Moorea clique aqui e para o Tahiti clique aqui.

 

Para a viagem ser ainda mais perfeita queríamos um bangalô sobre a água (overwater bungalows) e depois de muitaaaa pesquisa não poderíamos ter escolhido um hotel melhor, simplesmente AMAMOSSS, era perfeito! Desde a primeira vista ele encantou!

 

             

 

Escolhemos o InterContinental Bora Bora & Thalasso Spa.

Hotel 5 estrelas numa posição privilegiada, em frente ao monte Otemanu. Todo o visual com o monte de fundo é de tirar o fôlego!! Além disso os bangalôs são enormes!! Eles são todos iguais e todos sobre a água, divididos em três categorias: esmeralda, safira e diamante, apenas em relação a posição que ficam.

 

                             

                      

 

 

Outro ponto importante do hotel é que tanto os caiaques, quanto as pranchas de  stand up paddle, toalhas e equipamento para snorkel, são cortesias para os hóspedes. O snorkel e as nadadeiras você pode pegar no primeiro dia e devolver no último.

 

                       

                     

 

O hotel possui 2 restaurantes e 1 bar: o Le Reef possui refeições mais refinadas e o Sands refeições mais rápidas como massas e lanches. E o bar tem um ambiente incrível!

Importante observar que o custo das refeições é alto, tudo é muito caro por lá. No a la carte, uma refeição completa pode chegar a 200 dólares/casal, sem bebida. Por isso, optamos em fazer um pacote com meia pensão, que dá direito ao café da manhã e ao jantar nos restaurantes do hotel, ficando de extra apenas o almoço, compensou muitoo!

 

 

 

                 

 

O café da manhã era uma delíciaa! E há a opção de pagar uma taxa extra e pedir para ele ser servido na bangalô.

 

 

 

No hotel há também em alguns dias da semana um happy hours com música ao vivo em pleno pôr do sol!! Era uma delícia ficar ali embalados pela música apreciando o entardecer!!

 

                                       

                     

 

 

O nosso bangalô era incrível e muito grande, uma delícia ficar por lá! Compramos algumas bebidas no free shopping e foi ótimo para aproveitar relaxando no quarto.

 

 

 

 

          

                                                       Olhaaa a vista da banheira!!

 

              

                                                                         E da camaa

 

 

 

 

Além disso o hotel tem um spa lindo, uma capela maravilhosa para quem quiser casar lá e paisagens de tirar o fôlego por onde se passa!

 

 

                        

                          

 

 

 

Além de aproveitar o hotel maravilhoso, fizemos dois passeios incríveis!!

 

Pure Snorkeling

Fizemos esse passeio pela Reef Discovery com o instrutor Fabien. Ele nos buscou de barco no hotel e nos levou em 4 pontos diferentes para fazer snorkel. Vimos muitos peixes, inclusive o nemo, cavalo marinho e polvo, mas o ponto alto foi o final, que ele nos levou para nadar com a raia jamanta (manta) e foi surpreendente!! Momento inesquecível! Além disso o instrutor era muitoo atencioso os todos os lugares eram lindos!!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Full Day Island Tour

Fizemos com a equipe da Raanui Tours e é imperdível!! Mergulho para alimentar tubarões e raias! Deixamos tudo combinado com eles pelo email raanuitours@live.fr e no dia e horário combinado eles estavam lá no píer do hotel nos esperando.

Você contorna a ilha de barco passando por outros hotéis e outras pequenas ilhas e vai observando todos os tons da água, cada lugar mais lindo que o outro!

 

                            

                    

 

A primeira parada já foi sensacional! O instrutor joga vários peixes e os tubarões começam a aparecer, depois ele amarra uma corda e fala para descermos segurando a corda (como se fosse a coisa mais normal do mundo descer no meio dos tubarões hehehe), o começo dá um pouco de medo mas depois que entra na água a sensação de ver aqueles tubarões passando tão perto é demais!

 

                                             

 

     

 

A segunda parada do passeio foi para alimentar as raias! O instrutor desce na água com vários peixinhos e depois cada um vai descendo para alimentar também. De repente várias raias começam a ficar ao seu redor! No começo deu medo também mas logo percebemos que elas são muito dóceis e adoram fazer carinho! Sensação única!!

 

 

A terceira parada foi a que mais deu medo pois foi mergulho com tubarão limão! Eles eram maiores então a adrenalina foi bem maior!

 

                    

 

A última parada do passeio foi em um Motu (ilha) para almoço e essa é a diferença de fazer o full day ou half day. No passeio de dia inteiro você fica nessa ilha por duas horas almoçando churrasco e relaxando. Já no passeio de metade do dia nessa hora você volta para o hotel.

Gostamos de fazer o full day pois a diferença era pouca e compensava em vez de almoçar no hotel. A comida era simples mas muito boa com carne a vontade, além da ilha ser linda e uma delícia caminhar por lá!

 

                     

 

                      

 

 

 

                  

 

                                

 

 

Cartão Ambassador

 

Para quem for ficar em hotel da rede Intercontinental vale muitoo a pena fazer esse cartão! É aceito em todos hotéis da rede do mundo, tem validade de 1 ano e custa U$200 para fazer.

As vantagens compensam o valor pago e para nós foi ótimo!

 

* Late Check Out: ao invés de precisar sair às 12h, você pode ficar até às 16h. Isso foi muito útil já que nosso voo era somente à noite e conseguimos aproveitar o dia quase todo no bangalô.

 

* Upgrade: com o cartão, você pode conseguir  upgrade para um quarto/bangalô em categoria imediatamente superior à sua (mediante disponibilidade). Conseguimos o upgrade em todos os hotéis (Tahiti, Bora Bora e Moorea).

 

* Recepção no quarto/bangalô com água e frutas. Além disso ganhamos drinks e brindes.

 

* Free wifi

 

Para fazer o cartão, clique aqui. Obs: precisa de apenas um cartão para o casal.

 

                          

 

 

Realmente um Paraíso, não?!

 

 

                    

 

                    

 

 

Confira também

Santiago - Chile - Dia 10

Santiago - Chile - Dia 10

VEJA MAIS
Praias de Aracaju

Praias de Aracaju

VEJA MAIS



Comentários

Deixe seu comentário via facebook abaixo:


Bruna
em: 31 de Agosto, 2016 ás 11:47
Olá! Vocês foram por agência de viagens?