Nova York - Lower East Side, Chinatown, Little Italy, Soho e Village


13/11/2011

Hoje o dia foi longo... Deu para conhecer vários lugares e fazer muita coisa!

Pegamos o metrô na Columbus Circle, fomos até a estação Second Avenue (2 Av) e começamos comLower East Side.
Logo depois de descer do metrô encontramos um Whole Foods Market, um mercado só de produtos naturais e orgânicos. Ficamos encantados, é muito grande e vende de tudo. Frutas cortadas em potinho prontas para comer, verduras frescas para pegar a quantidade que quiser, sem precisar levar todo o saquinho, vários tipos de cogumelos, chocolate orgânico, barris de feijões, grãos, granolas, etc, etc... Queríamos um desse em Cuiabá, hehe!


                                                                Whole Foods Market  


Logo a frente na East Houston Street, já encontramos a Yonah Schimmel Knish Bakery, uma padaria pequena com a tradicional cozinha judaica, onde o próprio dono te atende no balcão e te serve. Comemos um knish cada um para experimentar esse tradicional prato judaico e não nos surpreendemos muito. É apenas um quitute com massa de batata, farinha ao redor e pode ter recheio ou não, nada demais, mas foi bom para conhecer. U$ 3,50 em dois knish.


                                                          Yonah Schimmel Knish Bakery


Quase do lado, na esquina com a Ludlow Street, paramos para comer na famosa Katz"s Delicatessen que está no mesmo local há mais de 100 anos. De comida judaica também, essa deli prepara os melhores sanduíches de pastrami da cidade. O atendimento é péssimo e a decoração é bem velha, mas o sanduíche vale a pena! É preciso enfrentar uma fila na entrada, pegar um papel, enfrentar uma fila no balcão para fazer o pedido e lutar por uma mesa vaga, o lugar é muito lotado! O sanduíche de pastrami à primeira vista não é grande coisa, mas o sabor surpreende, nunca havíamos comido isso antes e gostamos bastante! E ainda, o lugar não é caro, gastamos U$ 21,40.


                                                                  Katz"s Delicatessen


                                                                  Sanduíche de Pastrami

Ainda na East Houston Street, na outra esquina com a Ludlow Street, há uma sorveteria chamada Il Laboratorio del Gelato, onde há vários sabores de sorvetes italianos e sorbets, muito gostoso, mesmo no frio! =) U$ 5,65 duas bolas.

Fomos andando pela região e descemos a Orchard Street , onde há várias lojas vendendo mercadorias baratas, roupas, joias, etc... lembra um pouco a 25 de março de São Paulo, só que mais arrumada e organizada.
Continuamos descendo a Orchard Street até chegar no Lower East Side Tenement Museum, que conta como vivam as pessoas ali nos anos 1870, 1916, 1818 e 1935. Na entrada do museu há uma livraria com diversos livros muito interessantes de artes e histórias, e acabamos ficando tanto tempo na livraria que desistimos de entrar no museu e fomos continuar nossa caminhada.

Viramos na Broome Street e descemos a Eldridge Street até chegar na Eldridge Street Synagogue, uma sinagoga bem antiga, rica em vitrais, candelabros de cobre, lambris de madeira marmorizada e belos entalhes. A sinagoga foi fechada em 1930 e reaberta em 2007, mas mesmo com tantos anos de descuido ela permanece muito bonita com uma arca italiana entalhada a mão e um balcão de madeira esculpida. Cada lugar no banco tem o número do seu dono e é possível comprar doces judaicos lá dentro. Vale a pena conhecer!


                                                            Eldridge Street Synagogue


Seguimos na Canal Street, atravessamos a Bowery Street e virando à esquerda na Mott Street estávamos no centro de Chinatown. Há centenas de restaurantes, quiosques, placas de néon, lojas, pessoas te abordando na rua toda hora para comprar isso, comprar aquilo, fazer massagem, etc... Parece que do nada fomos transportados para outro lugar.



                                                                     Chinatown

Descemos a Mott Street até a Bayard Street e viramos à direita em direção à Mulberry Street. A curva junto ao Columbus Park, na esquina da Mulberry Street e da Bayard Street era o Mulberry Bend, famoso pelas gangues de assassinos e pela cena de O Poderoso Chefão.
Subimos a Mulberry Street em direção à Grand Street e de repente estávamos em Little Italy.
Little Italy já foi maior mas seu espaço foi sendo invadido por Chinatown e hoje resta apenas um bloco de restaurantes, cafeterias e lojas de massas, pães, frios e doces, que se concentra na Mulberry Street entre a Canal Street e a Broome Street. O espaço é pequeno, mas não perdeu seu charme, e aproveitamos para comer torrone que um senhor vendia em um carrinho na rua. Você escolhe o tamanho e ele quebra em pedaços menores, uma delíciaaa!!!






                                                                               Little Italy 


Na Grand Street viramos à esquerda, em direção à Greene Street e entramos na Greene Street à direita em direção à Spring Street, quando "plim": estávamos no Soho! É impressionante como a atmosfera muda, o barulho vai sumindo e começam a aparecer as galerias e lojas chiques. Na Spring Street e na West Broadway é possível ver a diferença da arquiteura do Soho. Os prédios chamam a atenção pelo ferro fundido e pelo formato de grandes lofts, e com eles vieram as galerias, os cafés e as lojas. Nessa região você acha quase todas as marcas caras da 5ª Avenida, mas o ambiente é mais charmoso e os prédios são diferentes, grandes galpões no estilo loft. Há várias galerias e quem gosta de arte pode passar um dia todo ali. Entramos em umas duas galerias para conhecer e há os mais diversos tipos de artes em todas, desde quadros de pintores famosos quanto móveis de formatos estranhos.



                                                                                 Soho


Subimos a West Broadway em direção à West Houston terminando de visualizar as galerias e dai subimos a Thompson  em direção à Washington Square e já estávamos no Greenwich Village. A Thompson é uma rua típica do Village, cheia de bares, cafés e lojas e aqui o movimento começa a aumentar.
Andamos por ela vendo todo o movimento, bares e restaurantes já estavam lotados! E chegamos na Washington Square, que é uma praça não muito grande, mas com um arco que deixa uma beleza diferente no local. O arco de mármore de Stanford White foi concluído em 1895 e substituiu o anterior que era de madeira e cruzou a 5ª Avenida para comemorar o centenário da posse de George Washington.


                                                                  Washington Square

Andamos até a 6ª Avenida (Avenue of the Americas) e descemos para a Carmine Street, onde paramos para comer em um restaurante Tailandês que achamos com uma cara boa, e acertamos! Pedimos Chicken Kratium e Spicy Tilapia e os dois pratos estavam uma delícia!!! Muito gostoso!! O restaurante se chama PotJanee Thai Cuisine e gastamos U$ 32,11. Para nossa sobremesa, voltamos um pouco na mesma rua Carmine e comemos na Popbar, um lugar de picolé que você escolhe o sabor do picolé e o que quer colocar por cima, nossaa.. divino!!! Dois picolés foram U$ 10,50.


                                                                     PotJanee Thai Cuisine


                                                                              Popbar

Continuamos pela Carmine Street e subimos a Bedford Street até chegar na Grove Street. Nessa esquina há a Twin Peaks, uma casa que foi reformada em 1926 para alojar escritores, artistas e atores, e há também o prédio que era filmado a fachada do prédio dos personagens de Friends, e como a Michelle é muito fã do seriado tivemos que ir até lá para ver.

Subimos para a Christopher Street, onde fica uma parte da comunidade gay de Nova York. Ali há lojas, bares, boates, restaurantes, tudo para o público gay. Demos uma volta e já pegamos o metrô na estação Christopher Street, que fica ali na rua mesmo e voltamos para o hotel muito cansados, mas com a sensação de que tivemos um dia muito bem aproveitado!


Quem quiser seguir o roteiro aqui está o MAPA:




 
Amanhã tem mais...

Confira também

Valparaíso, Chile - Dia 4

Valparaíso, Chile - Dia 4

VEJA MAIS
Paris - Dia 6

Paris - Dia 6

VEJA MAIS



Comentários

Deixe seu comentário via facebook abaixo: