Paris - Dia 5


Foi o dia do nosso book com a queridíssima Gabi Alves. Uma fotógrafa brasileira que mora em Paris. Quem estiver interessado em fazer belas fotos nós super recomendamos ela! As fotos ficaram sensacionais!!

Passamos o dia andando pela cidade tirando as fotos e aproveitamos para apreciar vários lugares pelo trajeto como a Ponte Alexandre III, Grand Palais, Petit Palais, Torre Eiffel, Louvre, Arco do Triunfo, etc... As últimas fotos foram na Champs-Elysées.

 

                      

 

                                         

 

             

 

             

 

            

 

                   

 

          

 

Aproveitamos depois das fotos para subir no Arco do Triunfo, que dá uma vista linda para a cidade! Com uma altura de 50 metros e um comprimento de 45 metros, o Arco do Triunfo ostenta uma imponente silhueta. A sua construção foi iniciada em 1806 por Napoleão I para celebrar a glória dos heróis da guerra, mas foi inaugurado trinta anos depois no reinado de Luís Filipe, que o dedica aos exércitos da Revolução e do Império. Entre estas duas datas, a construção do monumento conhece várias peripécias que são contadas no museu que está instalado dentro do edifício.

O Arco do Triunfo tem ainda um terraço panorâmico que oferece uma vista excecional sobre a cidade! Lembrando que assim como outras atrações de Paris, a entrada no Arco do Triunfo é gratuita no primeiro domingo de cada mês, de 1 de novembro a 31 de março.

 

          

 

                                

 

 Depois ficamos andando pela Champs-Elysées até chegarmos na Praça da Concórdia. A Place de la Concorde, à beira do Sena, é elo entre a avenida Champs Élysées, os Jardins de Tuileries e o Louvre. Ela também liga o Palais de Bourbon à Igreja La Madeleine. A praça foi construída em 1772 em honra a Luís XV, e com a Revolução ela tornou-se local de execução marcada pela lembrança sangrenta da execução da família real. Em 1795 foi rebatizada como Praça da Concórdia, nome escolhido para marcar a reconciliação dos franceses. É também conhecida pelo Obelisco de Luxor, de 3.300 anos, ofertado à França por Mehmet Ali, vice-rei do Egito e provém originariamente do templo de Luxor. Está coberto de hieróglifos, contém um quadrante solar e uma ponta dourada em forma de pirâmide.

 

                                              

 

E ao final pegamos um metrô e fomos jantar no Le Tambour, um restaurante tipicamente francês, que dificilmente você encontrará turistas, com mesinhas na calçada e cardápio com pratos tradicionais (escargot, entrecote, steak tartare, terrine, etc). O lugar é um charme, os pratos são muito bem servidos e uma delícia e o preço é justo. Amamos! Fica perto do metrô Les Halles e do metrô Étienne Marcel, na 41 Rue Montmartre.

 

                           

 

             

 

                

 

              

 

 

Confira também

Rio de Janeiro - Centro Histórico

Rio de Janeiro - Centro Histórico

VEJA MAIS
São Paulo - SP

São Paulo - SP

VEJA MAIS



Comentários

Deixe seu comentário via facebook abaixo: